A iniciativa “Março, Mês do Teatro”, encerrou no passado dia 19 de março, no Centro Cultural de Campo Maior, com a comédia “A Coisa Está Preta”, pelo Grupo de Teatro de Amadores de Vila Viçosa.

Uma comédia familiar onde a boa disposição e as gargalhadas do público foram um constante.
A 12ª edição do Encontro de Teatro de Campo Maior arrancou no dia 12 de março, com a Revista à Portuguesa, Gente Gira é Outra Coisa, pelo Grupo Gente Gira – Cadaval, numa crítica política e social à atualidade do país.

Já durante a semana os holofotes viraram-se para a «prata da casa», tendo o Projeto de Formação do Município, EntrePalcos, liderado por Ana Diabinho, apresentado duas obras: “À Beira do Lago dos Encantos” e “O Incrível Rapaz de Madeira”. Se a primeira explora os 5 sentidos e a sua importância na descoberta do desconhecido, já a Segunda revisita a história do menino de madeira que sonha ser um rapaz de verdade.

Também o Centro Educativo Alice Nabeiro apresentou «Dois Autos, Hoje», uma peça que nos remete para tempos antigos do teatro português, com destaque para Gil Vicente e os seus mais conceituados Autos: Auto da Barca do Inferno e Auto da Índia.